Anúncios
Saúde e alimentação

Banhos em gatos: Dispensáveis ou necessários?

Por viverem se lambendo, muitas pessoas pensam que gatos não precisam de banho, mas você pode estar botando a sua saúde e a de seu animal em risco.

Os gatos se lambem como forma de higienizar seus pelos e retirar a camada de pelos mortos que ficam misturados aos ainda “vivos”. Mas isso não é tudo. Um gato, quando vive na natureza, também utiliza as lambidas como forma de disfarçar seu cheiro, evitando encontros desagradáveis por onde passa.
Ou seja, além de ser uma forma de se limpar (ainda que minimamente), é uma forma de proteção.

Mas se as lambidas funcionam na natureza, por que não são suficientes em casa?

Vamos lá: um gato que vive na natureza tem contato direto apenas com outros animais, plantas, terra etc. Já os gatinhos de casa têm contato direto com seus donos, talvez outros animais e com tudo o que temos e usamos dentro de casa.

Como temos organismos diferentes, a saliva e a urina dos gatos podem causar alergias e algumas doenças a nós, humanos. E por passarem tanto tempo se lambendo, os gatinhos deixam resíduos de saliva no pelo, que podem nos causar algum mal devido ao tempo que passamos grudados aos nossos animais. Isso também serve para a urina, que respinga em algumas partes do pelo de seu amigo de quatro patas.

Então, para manter a saúde dos seus animais e das pessoas que moram na sua casa em dia, dê banhos frequentes em seu bichinho.

Além disso, um belo banho seguido de uma escovada retira os pelos mortos que estão em seu gatinho, beneficiando o arejo da pele dele, afastando alergias e problemas de pele que ele possa ter. Isso também evita aqueles nós desagradáveis — principalmente nos bichanos de pelo longo — que podem ser responsáveis pelo acúmulo de fungos e bactérias nocivos à saúde do seu bicho.

Com que frequência devo dar banho no meu gato?

O máximo de tempo que seu gato deve ficar sem banho é um mês. Essa é a frequência mínima de higienização necessária para um gato saudável e que não ofereça riscos à saúde dos donos.
Alguns médicos veterinários recomendam o banho uma vez por semana, mas isso pode depender de alguns fatores, como coloração do pelo, com que tipos de ambientes o felino tem contato ou se ele está com alguma alergia ou outro problema de pele. Mas atenção: a não ser que o médico veterinário recomende, nenhum felino deve tomar mais de um banho por semana. Isso pode reduzir consideravelmente a camada de gordura da pele deles, que é necessária para uma série de funcionamentos do organismo do animal.

Anúncios

1 comentário em “Banhos em gatos: Dispensáveis ou necessários?

  1. andreiajardim

    Oi! O banho pode ser a seco? Adotei um
    Gato e já tentei levar em duas pets e não conseguiram dar banho nele.

%d blogueiros gostam disto: