Anúncios
Comportamento

Educar brincando? Sim, é possível

Nossos filhotes, assim como as crianças, precisam de regras e estímulos criativos para se tornar adultos comportados e sociáveis. Entenda aqui um pouquinho como isso pode funcionar.

Educar brincando é a melhor solução para problemas de comportamento do seu pet.

Quem nunca teve problemas de comportamento com filhotes que atire a primeira bola! Não se sinta mal: isso acontece com todo mundo que adota ou compra um filhote. Mas a boa notícia é que nem tudo está perdido. Então fique ligado nas dicas que dou a seguir.

Filhotes vão para sua nova casa muito cedo, geralmente aos 45 dias de idade, o que para eles não é a situação ideal, já que deveriam ficar com a mãe por um tempo mais prolongado e se divertir com seus irmãos, que estão na mesma fase de desenvolvimento. Nessa realidade ideal, eles seriam educados pelas brincadeiras que rolam entre os irmãos, a mãe e outros animais adultos que vivam no mesmo ambiente. Mas (infelizmente) isso não é o que ocorre. No entanto, já que eles vêm tão novinhos, quem tem que dar a educação somos nós, os responsáveis por eles.

Enquanto são filhotes, eles precisam de boa manipulação e boa educação para se tornarem adultos sociáveis e de ótimo comportamento. Mas não se desespere: problemas de comportamento são muito comuns no início. O grande problema é que eles são pouco tratados, talvez por falta de informação. E um ponto legal, mas pouco divulgado, é o de que existem médicos veterinários especialistas em comportamento animal para te orientar. Esses profissionais são chamados de Etologistas Clínicos.

O que fazer para resolver os problemas de comportamento do meu filhote?

Para início de conversa, é muito bom saber que as consultas pediátricas são de extrema importância para um animal, não só pelas vacinas, mas também pela orientação de como conduzir a infância do seu filhote, quais as brincadeiras apropriadas para cada fase, como tratar das necessidades básicas (como o xixi, o número dois, a alimentação e muito mais) etc.

Temos que entender que eles são de uma espécie diferente da nossa, então não tem como nossas brincadeiras serem apropriadas para eles. Porém, quando se fala em comportamento, eles têm a mesma necessidade de atenção, de seguir regras e de ter limites estabelecidos que as crianças humanas.

Uma das principais diferenças entre nossas espécies é a forma de brincar. Eles gostam de morder (inclusive nossas mãos e pés!), mas é nosso dever, como pessoas, ensinar como se brinca!

Então, sim, se sua dúvida é se seu filhote deve ter muitos brinquedos, a resposta é positiva! Ele precisa (e merece) de muitos brinquedos, com texturas diferentes, tamanhos variados… Vale bola, bichos de pelúcia e muito mais! E, sim, ele irá destruir todos eles, e pode ser em minutos! É exatamente para isso que servem os brinquedos, para serem divertidamente destruídos — por isso, sempre aconselho os brinquedos mais baratos, porém que tenham a segurança de que seu animal precisa.

Quais as melhores brincadeiras para meu pet?

Cabo de guerra: Essa é a número 1 entre eles! E não há problema algum em deixar seu peludo ganhar. Com essa brincadeira, você consegue ensinar alguns comandos para eles, desde pequenos: Solta, pega e traz e, de quebra, ainda ensinar que o apropriado é brincar mordendo o brinquedo, não as suas mãos e pés.

Bolinha: Os cães com aptidão para a caça amam essa brincadeira. Como no cabo de guerra, você pode brincar e ensinar os mesmos comandos. Mas aqui, entram alguns outros, que também são muito úteis: Senta, deita e fica, além de outros que poderá ensinar mais à frente.

Esconde-esconde: Animais com aptidão de faro adoram achar suas coisas. Vale então dar nomes aos brinquedos e pedir para ele achar. Com essa brincadeira, ele pode aprender: Traz, busca e solta e até a levar os chinelos e outros objetos para você!

Ensine seu filhote brincando! E essas brincadeiras também podem ser feitas com os animais que já chegam com uma certa idade na sua casa, basta ter paciência, persistência e muito carinho!

Anúncios

0 comentário em “Educar brincando? Sim, é possível

%d blogueiros gostam disto: