Anúncios
Comportamento

Como fazer do meu gato filhote um adulto sociável e carinhoso

Algumas medidas podem ser tomadas por donos de gatos filhotes para que eles se tornem adultos dóceis, sociáveis e corajosos. Leia esta matéria para saber como educar seu gatinho!

Muitos donos costumam se culpar por certos comportamentos dos seus gatos. Alguns bichanos, mesmo sem demonstrar tais características na infância, apresentam comportamentos agressivos, ariscos e que indicam medo em sua fase adulta, mas nem tudo é responsabilidade sua.

Todos os animais têm sua própria personalidade e mostram traços de temperamento característicos de sua raça e de sua mistura genética, às vezes numa mesma ninhada. A coisa mais comum de se ver é a diferença entre gatinhos irmãos, quando uns são mais corajosos e atrevidos e outros, mais calmos e menos dados à relação com outros animais e pessoas. Acostume-se com essas diferenças, elas estão além do nosso alcance e devem ser respeitadas.

No entanto, algumas medidas podem ser tomadas pelos donos para que algumas características sejam minimizadas e para que seus gatos tornem-se adultos sociáveis, carinhosos e dóceis.

O melhor é começar o “treinamento”  do seu gato o quanto antes — estudos apontam que a fase entre a oitava e décima semana de vida é quando o filhote está mais receptivo a novos aprendizados, então aproveite esse curto período para tocar seu gatinho nas patinhas, nas orelhinhas, na barriguinha. Essa é a fase mais importante na vida dele. Mas não se assuste: caso tenha adotado um gato mais velho, as atitudes a seguir também podem trazer ótimos resultados!

Não relaxe por seu filhote ser brincalhão e destemido. Muito gatos adquirem medos ao longo da vida porque seus donos, ao entenderem que ele tem um comportamento extrovertido na infância, pensam que não é necessário acostumá-los a certas situações. Então, mesmo que seu gato seja o centro das atenções de sua casa, exponha-o a circunstâncias diversas para que ele não sinta-se ameaçado por ambientes com muita gente, barulho ou outros animais.

Sociabilize-o de forma tranquila e com paciência. Aproveite os momentos com visitas em casa para brincar muito ou alimentar seu filhote. Ele deve entender que a presença de outras pessoas e animais não representa ameaça. Mas faça isso de forma agradável e calma, principalmente na presença de crianças e bichos. Evite barulhos e movimentos bruscos que possam assustar e afastar o pequeno.

Abuse das brincadeiras. Brincar é uma das formas mais eficazes de sociabilizar um gatinho, pois ela aproxima o bichano das pessoas. Mas evite a todo custo brincar utilizando suas mãos e pés como “presas”, use sempre cordas, objetos e brinquedos desenvolvidos especialmente para esses pets. Ao brincar com partes do seu corpo, o animal pode adotar hábitos e comportamentos agressivos, e é difícil reverter esse traço quando ele é mais velho.

Respeite se o seu gatinho não gosta de carinho, mas insista. Se o filhote não é muito chegado a afagos, deixe para fazer isso em momentos em que ele estiver mais relaxado. Ao acordar ou antes dele dormir, a ansiedade do animal estará mais baixa e será mais fácil alongar o tempo de carinho. Quando esses peludos estão comendo, normalmente também ficam mais tranquilos, e o carinho pode ser aceito com mais facilidade.

Acostume-o aos hábitos de higiene desde cedo. Mesmo que ele ainda seja muito novinho e não possa tomar banho ou cortar as unhas, acostume-o aos movimentos e posições necessárias para o desenvolvimento dessas atividades. Além de não estranhar as duas situações quando mais velho, ele se habituará a ter partes do corpo imobilizadas ou a ficar quieto quando for manipulado.

Não é difícil criar um filhote de gato de forma adequada para facilitar suas relações no futuro. Todos sabemos que ter um animalzinho em casa é uma responsabilidade e que exige algumas mudanças em nós mesmos. Então, além do que mencionamos nesta matéria, sempre trate seu animal com amor, carinho e respeito, e ele retribuirá com certeza!

gato-deitado-no-gramado

Anúncios

0 comentário em “Como fazer do meu gato filhote um adulto sociável e carinhoso

%d blogueiros gostam disto: