Anúncios
Guia de raças

Labrador: uma raça cheia de energia e muito inteligente

Eles são grandes, divertidos, carinhosos, comilões, são incríveis companheiros e podem ser de três cores: amarelo, marrom ou preto. Essa raça também foi protagonista do adorável filme “Marley & Eu” que conquistou o coração de todos os brasileiros e que com certeza você também adorou! Confira aqui as características e curiosidades dessa raça tão querida por todos nós.

Desde filhotes que esses cães são admirados e queridos por todos. Isso não é sem motivo. Além de muito carinhosos, companheiros e protetores, são uma das raças mais inteligentes que existem. Nem sempre são fáceis de lidar, mas em geral são divertidos e muito fofos. Claro que nem tudo são flores, afinal eles são tendenciosos a cavar buracos em seu quintal e, quando pequeno, roer quase tudo a vista. Vem conhecer um pouco mais sobre essa raça tão popular no mundo todo!

Saiba um pouco da origem do labrador

Um cão muito brincalhão e companheiro, o labrador consegue sempre ter energia para brincar com seu dono, devido a sua herança genética derivada dos caçadores, a qual passava grande parte de seu dia recolhendo as caças (incluindo peixes em seus primórdios).  Acredita-se que são descendentes do Cão de Saint-Jones, que viviam na ilha de Terra Nova, no Canadá, por isso a predisposição a serem ótimos “pescadores”. Depois de um tempo o labrador foi levado para a Grã-Bretanha e de lá ganhou fama no mundo inteiro.

Labrador é um cão ativo e com bastante energia

Como já vimos o labrador é uma raça que inicialmente foi de caçadores e principalmente pescadores, portanto sabemos que ele é um animal que lida bem muito com a água. Sua raça pode aguentar altas e baixas temperaturas, portanto se cansam muito pouco quando se exercitam. Podemos dizer que são animais atletas por natureza. Gostam de agitação quase todo o tempo, então se você procura um animal calmo, este não é a melhor indicação.

Inteligentes e dóceis, eles tem uma ótima ligação com os donos

Labradores tem uma ligação muito especial com sua família. São cachorros companheiros que tem a maior facilidade em reconhecer as expressões faciais de alegria, tristeza, espanto e raivas das pessoas. Por sua característica animada, ele vai se dar muito bem com um dono que gosta de praticar esporte, que o leve para passear várias vezes por dia e que curta correr com ele, seja jogando uma bolinha para pegar ou simplesmente correndo de um lado para o outro, mas a preferida dessa raça é a natação! Retriever quer dizer recuperar, reaver, então é compreensível que seu Labrador Retriever pegue seus sapatos e carteiras, mas não saiba o que fazer. Ensine-o a levar o objeto para você, mas no primeiro momento é melhor que faça isso com os brinquedos dele. Por isso, tenha vários brinquedos em casa, de diversos tipos de texturas, tamanhos e cores diferentes!

O treinamento dos labradores

Lembramos que 95% do que o cão se torna, vem do dono. Só porque é um Labrador não significa que ele não poderá ficar agressivo ao longo da vida dele se não for tratado com carinho e respeito. Para adestrar um labrador é preciso paciência e carinho e muita disposição para aguentar a energia deles. Por ser um cachorro bastante elétrico, guloso e inteligente, ele costuma ser treinado com facilidade para tarefas que envolvam recolher objetos. Super versáteis, os labradores são muitos usados como cães de resgate em auxílio aos bombeiros e como cães farejadores pela polícia, pois têm um excelente faro. Também são ideais como cão-guia para cegos.

É preciso prestar atenção ao peso dos Labradores

Por serem muito ativos, os labradores precisam de pelo menos 30 minutos de atividade física, como caminhadas e brincadeiras de pegar a bolinha. Apesar de gastarem muita energia, eles também são muito comilões e tem tendência a ganhar peso. A obesidade em labradores, além de trazer limitações ao cãozinho, pode acarretar doenças mais graves, portanto fique de olho na alimentação dele. Além do ganho de peso, os labradores têm predisposição a doenças ortopédicas, como a displasia no quadril, no cotovelo e a distrofia muscular. Podendo assim, necessitar de cuidados especiais.

Labradores têm tendência a ter displasia coxofemoral, então fique de olho no piso em que ele ficará, nada de piso liso! A obesidade é outra doença que pode afetar os Labradores, mas pode ser evitada com o rigor da comida desde filhote e atividade física que faz bem para toda a vida! Doenças endócrinas como o hipotireoidismo pode aparecer lá pelos 5 anos de idade, por isso vamos manter o checkup em dia!

Labradores são ótimas companhias para as crianças

Se você procura um companheiro para o seu filho, o labrador é uma das raças ideais. Tendenciosos naturalmente a brincar com a criança, eles fazem companhia e se divertem ao mesmo tempo. Ele é mais que um pet, é um companheiro fiel que vai sempre proteger e animar a sua família.

labradores-preto-branco-e-marrom-sentados-enfileirados-olhando-para-frente
Crédito foto: Shutterstock
Anúncios

0 comentário em “Labrador: uma raça cheia de energia e muito inteligente

%d blogueiros gostam disto: