Anúncios
Saúde e alimentação

A importância da vermifugação de cães

Parasitas podem infectar seu melhor amigo de diferentes formas, e suas consequências podem ser desastrosas no organismo dele. Saiba o que esses vermes podem causar ao seu cão e conheça a importância da vermifugação.

Donos de cachorros sabem — ou pelo menos deveriam saber! — que é necessário vermifugar seus animais de tempos em tempos. Infelizmente, muitos tutores ignoram essa necessidade, acreditando ser uma atitude dispensável. Isso é um absoluto engano. Alguns parasitas podem atingir órgãos vitais do seu cão, levando-o até mesmo à morte.

Vermifugação se refere a eliminar os parasitas intestinais dos cães, que se proliferam com facilidade, trazendo consequências por vezes graves aos nossos melhores amigos. E é bom saber que filhotes e cães com alguma enfermidade estão mais expostos a eles.

Como meu cão “pega” vermes?

Os cães têm, em geral, acesso a uma grande quantidade de vermes todos os dias. Isso porque são animais curiosos, que gostam de colocar o focinho e lamber tudo que veem pela frente. Eles também são expostos a inúmeros lugares diferentes, frequentados por outras pessoas e bichos.

Nesses passeios e aventuras a lugares desconhecidos, seu cão pode contrair vermes de algumas formas.

Por ingestão: comendo alimentos contaminados, lambendo ou comendo lixo, tomando água contaminada, ingerindo as fezes contaminadas de outros animais etc. Algumas atitudes dos donos também podem ajudar os pets a evitar a contração de parasitas. Lavar bem os potes de comida e água com produtos indicados para isso, trocar a água do cachorro uma vez por dia, deixar o lixo em lugar inacessível e outros hábitos básicos de higiene.

Através da pele: cães podem contrair vermes através do contato da pele com ovos desses parasitas. Isso pode ocorrer quando o animal deita na terra, tem contato com as fezes de algum outro animal ou se banha em água infestada.

Através da mãe: filhotes de mães infectadas por parasitas nascem infestados. O leite da mãe também é uma forma desinfestação, além de sua saliva, durante os longos banhos que a mamãe dá em seus filhotes.

Através de picada de mosquito: exato, existem mosquitos que transmitem parasitas através de sua picada. O Dirofilaria immitis, também conhecido como verme do coração, é transmitido por essa picada e pode ter consequências fatais ao seu melhor amigo.

Através da ingestão da pulga: os animais ao contato com a pulga podem acabar as ingerindo e assim acabam ingerindo também o parasita, Dipylidium caninum, que se encontra dentro da pulga.

O que um verme pode causar ao meu cão?

São muitas as consequências que a presença de vermes pode trazer para o organismo de seu cão. Algumas graves, outras que oferecem menos riscos, mas que se acontecerem por tempo prolongado, podem levar o cão à morte.

Anemia, diarreia, pelos ásperos e sem brilho, obstrução ou ruptura intestinal, vômito, convulsões, pneumonia, emagrecimento, perda de proteína, desenvolvimento tardio, baixa na imunidade, menor absorção e digestão dos nutrientes e perda de sangue são alguns problemas que seu cão pode ter caso esteja com verminose.

Vermes não são brincadeira, e dá para perceber ao ler esta matéria que é muito fácil para nossos cães contraí-los. A vermifugação periódica evita uma série de doenças para o cão e muita dor de cabeça para você, assim como exames de fezes periódicos que podem ajudar a detectar o problema logo no início e facilitar o tratamento. Portanto não espere seu cão adoecer para tomar providências. E se seu cachorro está com a barriga inchada, olhar triste e desanimado, falta energia, se está emagrecendo, tem feito coco mole ou com sangue, ou arrastando o bumbum no chão, não perca tempo e vá ao médico veterinário. Ele saberá qual é o melhor vermífugo e a dosagem correta para seu pet.

Perguntas frequentes:

Com qual frequência devo vermifugar meu pet?

O ideal é fazer exames periódicos de fezes em seu mascote pelo menos de 1 a 2 vezes por ano e tratar somente se for necessário.

Qual vermífugo usar?

Atualmente no mercado de pets existem uma gama de produtos para vermifugação e por isso é fundamental que o medicamento seja prescrito pelo médico veterinário que acompanha o seu amiguinho, pois existem alguns vermífugos que são específicos para cachorros, outros para gatos, outros para determinado tipo de verme, etc. e somente o médico veterinário poderá indicar qual a melhor opção para o seu pet.

 

cachorro-sendo-medicado
Crédito Foto: Shutterstock
Anúncios

0 comentário em “A importância da vermifugação de cães

%d blogueiros gostam disto: