Anúncios
Saúde e alimentação

O que é Piometra? Como evitar essa temida doença?

A Piometra é uma doença que atinge tanto as cadelas, quanto as gatas, mas calma, pois existe tratamento e solução! Veja aqui no Zolina um pouco mais sobre esse assunto e tire suas dúvidas conosco!

A Piometra é uma doença que atinge fêmeas tanto de cachorros, quanto de gatos.  É uma infecção por bactéria, que ocorre dentro do útero de cadelas e gatas. Uma doença grave e que pode trazer muitos prejuízos para a saúde da cachorra.

Essa infecção se mostra, na maioria dos casos, por conta das mudanças hormonais no aparelho reprodutor.  Ocorre depois do primeiro cio, sendo pouco comum em filhotes. A Piometra, normalmente, acomete fêmeas de meia idade e os sintomas costumam aparecer entre 1 e 12 semanas depois do cio.

As causas da ocorrência da doença são sempre relacionadas a problemas hormonais, são elas: administração de estrógeno para evitar gravidez em cadelas, administração de progesterona em gatas, porque não foi castrada e assim sendo, continua produzindo hormônios e essa exposição leva a proliferação bacteriana, dentre outros. Contudo, mantenhamos a calma! Pois a doença, apesar de ser grave – dependendo do estágio -, tem tratamento e o Zolina vai te deixar a par de tudo sobre a temerosa Piometra.

Tipos de Piometra

Piometra de cérvix aberta: ocorre corrimento vaginal através da cérvix, que pode ser sanguinolento a muco purulento (mal cheiroso e com cor de pus), e em geral é observado de 1 a 12 semanas após o término do cio.

Piometra de cervix fechada: sem presença de corrimento vaginal. Forma mais grave da doença, pois algumas fêmeas afetadas ficam doentes antes dos tutores perceberem que existe um problema. Por não haver drenagem do conteúdo uterino, pode haver rompimento, com extravasamento de líquido para dentro do abdômen, levando a um quadro de peritonite, devido a septicemia (grave infecção no sangue), que leva ao choque e, por fim, óbito.

Como esse segundo tipo é mais silencioso, ele tende a ser mais perigoso para a cadela. No geral, somente quando a Piometra alcançou um estágio mais avançado é que o dono descobre.

Sintomas

Além do corrimento vaginal, os sinais clínicos clássicos de Piometra são perda de apetite de parcial a completa, aumento da micção, inconsciência, febre, letargia, perda de peso, aumento do volume abdominal, vômito, diarreia, aumento no consumo de água e quantidade de urina.

Tratamento

Assim que a Piometra for diagnosticada pelo veterinário, provavelmente a cadela irá ficar internada. Receberá remédios intravenosos e antibióticos para combater a infecção.  E logo após esta infecção estar estabilizada, é aconselhável fazer a castração para que o quadro não piore ou que a Piometra volte a acontecer. À esse retorno da doença, intitulamos “Piometira de Coto”, que se dá devido a algum resquício de útero dentro do aparelho reprodutor e que ainda produz hormônio. O que faz com que se desregule novamente, sendo necessária uma cirurgia para também a retirada do coto.

É importante ressaltar que o ciclo da cadela e da gata não são iguais ao da mulher. Pois não há descamação de parede uterina. Ao contrário do ciclo das mulheres, o cio animal segue um padrão a que chamamos de estro diestro e anestro. A piometria, neste caso, acontece na fase diestro, em que a fêmea estaria em período gestacional e sofre a ação hormonal. Dessa forma, os hormônios se desregulam e, então, o animal é afetado pela doença.

Em alguns casos, a cervix (parte do trato reprodutivo que fica acima da vagina), permanece aberta e, por conta de toda aquela produção hormonal, o ambiente fica favorável para reprodução das bactérias.

Há situações em que, após a entrada da bactéria, a cervix fecha com a mesma dentro do útero. O que favorece ainda mais a reprodução bacteriana. Esses são os casos da Piometra de cervix fechada (já citada acima). A justificativa para que ocorra em cadelas de meia idade é que estas estão há anos sofrendo exposição repetida hormonal.

Portanto, é importante deixar claro que o tratamento de eleição é a castração e que a melhor forma de se prevenir é a castração eletiva!

Lembre-se de que seu animal não consegue falar o que estão sentindo, mas eles demonstram no dia a dia por meio do comportamento. O tutor deve ter atenção a todos os sinais e mensagens que são transmitidos através do seu melhor amigo. Elas se comunicam com os donos por meio de várias maneiras. Por isso, é importante ter cuidado, carinho e atenção.

achorra-com-laço-rosa-e-gata-com-chapéu-de-flores

Anúncios

0 comentário em “O que é Piometra? Como evitar essa temida doença?

%d blogueiros gostam disto: