Anúncios
Saúde e alimentação

Dicas de como aliviar o calor do pet no verão

Assim como nós, humanos, cachorros e gatos precisam ser protegidos do calor intenso nos dias mais quentes desse verão, confira aqui algumas dicas que separamos pra vocês!

O verão se prepara para vir com tudo! E assim como os humanos sofrem, os pets também se incomodam e muitas vezes passam mal com as temperaturas altas. E sabendo disso preparamos algumas dicas pra você poder aliviar o calor do seu pet nesse verão, confira aqui nessa matéria! 😉

Gelo!

No caso de cachorros e gatos, é recomendada a ingestão de água gelada e dar gelo para esses animais, até mesmo para eles brincarem. O gelo pode ser de água mesmo ou de suco de frutas (que pode ter açúcar, caso o pet não seja diabético).

Importante também lembrar que, quando os animais estão ofegantes, não necessariamente eles estão com sede podem apenas estar fazendo troca de calor com o meio externo. A troca de calor pode ser feita de diversas formas e a principal e mais importante é através da respiração.

Banhos refrescantes

Em relação aos cães, a dica é também dar banhos. Lembrando que os banhos não precisam de xampus ou condicionadores, é apenas para refrescar! Devemos manter o pH da pele estabilizado e muito produtos químicos frequentes podem causar dermatites.

Bacias de água

Você já reparou que os cães têm a mania de cavar terra, lama e água? Isso tem duas razões: 1- refrescar! Quando cavam a terra eles tiram a camada mais quente que fica na superfície e deitam na camada mais fresquinha e molhada, quando “cavam” a água e a lama eles molham os coxins por onde suam  além de jogar água na barriga que  é outra forma de se refrescar.

Para animais que têm acesso a quitais ou varandas, uma boa é deixar bacias de água para que ele não “cave” o pote de água ou os vasos de plantas no verão. Muitos costumam fazer isso para se refrescarem, então, não custa nada já se adiantar e deixar ele se divertir com uma “piscina private” nas horas certas, depois dos passeios.

Verifique a temperatura do ambiente externo

No período da manhã, final de tarde e noite são os melhores horários para passear com eles. Portanto, antes de levá-lo para passear, sinta a temperatura e veja se o chão está suportável para que não queime as patinhas dele, evite pedir para sentar e deitar em calçadas e nas ruas. Também é importante procurar caminhar pela grama e pela sombra.

Se seu cão fica apenas na área externa, certifique-se de que existem abrigos confortáveis para que ele possa fugir do sol e do calor excessivo, com uma parte coberta e bastante arejada.

Procure passear nos horários mais frescos do dia

Os passeios nos horários mais frescos são mais agradáveis e mais prazerosos, não há risco de insolação e nem de hipertemia, se possível, escolha o período da manhã ou do fim da tarde para sair.

No início da manhã e de tardinha sempre há uma brisa fresca e o solzinho que faz bem para você e para seu amigo. Mesmo assim não esqueça de levar um pote de água, ou uma garrafinha de água, ou até mesmo se quiser oferecer uma água de coco geladinha, ele vai amar!

Outra dica interessante é levar uma toalha úmida nos passeios para refrescá-los, jogando água fria no pescoço, barriga, e virilha que são os pontos ideais para refrescar o seu amigo, que é por onde passam os grandes vasos sanguíneos e assim eles se sentem aliviados do calor.

Outra coisa bem legal que podemos indicar e disponível em algumas pets são uns coletes e tapetinhos gelados que servem para refrescar o animal em dias quentes, que são ideais para animais que praticam esportes!

cachorro-usando-colete-gelado-e-tapetinho-gelado

Nunca deixe seu pet dentro do carro!

Se em lugares abertos e com ventilação já é difícil aguentar as altas temperaturas, imagina dentro de um carro fechado no sol? O calor fica tão forte que pode levar seu cão a óbito, principalmente se for um cão de raça braquicefálica. Se você notar algum animal nessas condições, tente contatar imediatamente o dono do veículo. E se por acaso, voê precisar por algum motivo deixar o seu amigo no carro, avise o segurança do local, deixe o carro na sombra e as janelas abertas, infelizmente muitos lugares ainda não aceitam a entrada de pets e não tem espaço seguro para colocar eles esperando por nós. Mas caso não tenha um segurança ou local para o carro na sombra, deixe seu amigo em casa e volte para o estabelecimento, mas NUNCA coloque em risco a vida do seu amigo.

Use protetor solar!

Se seu pet costuma fazer passeios e tem pelo curto, pelagem branca ou mucosas claras, passe protetor solar nele! Mas use protetor solar específico para pets, especialmente nos locais do corpo com menos pelagem e mais expostos ao sol, como orelhas, focinho e ao redor dos olhos.

Película para coxins

Existe no mercado pet uma pomada específica para passar nas patinhas que protege os coxins (as chamadas “almofadinhas” das patinhas) do asfalto quente, grama e areia batida. Essa pomada cria uma película na região e deixa mais resistente, fazendo com que eles não “descolem”ou fiquem feridas Pergunte a respeito para o seu dermatologista de confiança.

Lembrando que os coxins do focinho têm a mesma textura e são os únicos lugares por onde cães e gatos suam, e assim também fazem troca de calor. Se o focinho está molhado é porque ele está suando e fazendo a sua troca de calor. Logo, sapatinhos no verão nem pensar!

Modere os exercícios do seu pet no calor

Como tudo na vida, exercícios são bons sem exageros. Mas em épocas mais quentes, tome cuidado redobrado para o pet não se exercitar demais! Faça pausas frequentes nos exercícios e brincadeiras e ofereça um pouco de água nessas pausas. Se o seu animal cansar mais cedo do que o de costume, não force. Faça a pausa e deixe que ele dite o ritmo dos exercícios. Mudar os exercícios pode ser uma boa ideia, use a imaginação, faça exercícios de alta intensidade e pouca duração para manter a boa forma do seu cão, se ele já estiver acostumado, se não, caminhadas leves e curtas são o suficiente.

Leve-o ao clube

Existem clubes para cães! Sim! Ótima opção para o verão para o seu amigo se refrescar e se divertir, nadar e brincar além de fazer amizades, você e ele.

cachorro-nadando-na-piscina

Não tenha medo de tosar seu animal

Se seu pet for do tipo de raça que permite tosa, não tire tudo, deixe que o pelo faça a função ainda de proteger a pele do calor também, já que seu pelo serve como isolante térmico tanto no frio quanto no calor.

Essas dicas ajudarão você e seu melhor amigo a terem um verão muito melhor, feliz e refrescado!

Anúncios

0 comentário em “Dicas de como aliviar o calor do pet no verão

%d blogueiros gostam disto: