Anúncios
Saúde e alimentação

Castração em cães machos

Conheça as indicações e precauções para o procedimento da castração em cães machos aqui no Zolina!

Castrar um cão é uma questão delicada, pois envolve uma série de mitos e crenças, além da humanização do animal. No entanto, este procedimento é altamente recomendado pelos profissionais veterinários, pois traz inúmeros benefícios para o cão.

A castração pode evitar inúmeras doenças e não causa nenhum sofrimento para o cão pela falta da prática sexual, pois o cachorro tem o instinto apenas de procriar, e não o prazer, ou necessidade afetiva. Pelo contrário, o sofrimento tende a atingir os machos não castrados pelo fato de sentir a longas distâncias o feromônio, através do cheiro de fêmeas que estão no cio. Assim a castração em cães machos na fase jovem da vida evita as famosas fugas atrás de fêmeas no cio, as brigas territoriais que, normalmente, são geradas por sofrerem ação hormonal, etc.

Na idade mais avançada, os machos não castrados tendem a ter aumento de próstata que os levam a dificuldades para urinar e defecar, podendo desenvolver, inclusive, um quadro de tumoração prostática. E o tratamento para esse quadro é justamente a castração.

A realidade cirúrgica na veterinária atualmente já é bem desenvolvida a ponto de termos muitos exames pré-operatórios que nos dão mais segurança na hora de colocar um animal na mesa, tornando realmente a operação bem segura.

Vantagens

A castração precoce ajuda a evitar o comportamento sexual indesejado, além do aumento da próstata e/ou tumor de próstata na idade avançada. O cão se sentirá menos atraído devido aos feromônios, portanto, ficará menos tempo tentado a urinar para marcar território ou montar em cadelas, visitas e nos membros da família.

Ao contrário do que também muitos pensam, castrar seu cachorro não vai alterar em nada o comportamento e os instintos caninos. Muitos donos pensam que ele ficará mais agressivo, agitado ou estressado pelo fato de não poder mais se reproduzir, que ficará entediado ou não que será mais um bom companheiro. Mas muito pelo contrário! Os cachorros castrados ficam ainda mais dóceis e tendem a ficar mais perto dos donos.

Idade certa para castrar seu cachorro

Temos que levar em consideração que uma cirurgia em animais idosos implica no fato de que, paralelo a este quadro, eles podem ter outros, o que piora a recuperação do pós-cirúrgico. Portanto, é muito mais seguro e muito melhor aproveitarmos a tenra idade para realizar esse tipo de cirurgia, afim de que as chances sejam boas.

A idade certa para realizar a castração de um cão pode variar. A maioria dos veterinários recomenda que seja feita entre os sete e dez meses de idade, quando o pet já trocou toda a dentição e tomou todas as vacinas.

Como castrá-lo?

A retirada cirúrgica dos testículos constitui o método mais frequente de castrar um cão macho. Em alguns casos raros, os testículos são mantidos intactos, mas os túbulos seminíferos, ocluídos. Essa solução é adotada quando se deseja evitar a reprodução, sem modificar o comportamento do cão.

Nos testículos, são produzidos os hormônios. Por acreditarem que a falta deles pode gerar algum distúrbio comportamental, alguns veterinários fazem uma espécie de vasectomia, mantendo os testículos. No entanto, isso é bem raro no Brasil. Em nosso país, a castração consiste basicamente na remoção dos testículos.

O processo

Assim como em qualquer outro tipo de cirurgia em animais, uma consulta com um médico veterinário é fundamental para evitar problemas no processo de castração. Para garantir que tudo irá ocorrer da maneira mais tranquila possível, os profissionais do mundo animal realizam uma bateria de exames antes do procedimento, certificando-se de que a saúde do animal está em dia para uma cirurgia.

Infecções, anemias, coagulação, e doenças diversas (incluindo complicações nos rins e no fígado) além da saúde do coração, fazem parte dos fatores a serem observados antes da castração; sendo que, em alguns casos – como nos que o cão a ser operado possui problemas no coração – ainda mais testes podem ser requeridos. Estes exames pré-cirúrgicos vão variar de necessidade de acordo com a idade e condição geral do animal.

Bastante rápida e simples, a cirurgia de castração permite que o animal já recupere a maior parte de suas atividades normais em cerca de 24 horas – no entanto, alguns cuidados específicos devem ser tomados durante o período pós-operatório, como:

  • Prestar atenção nos pontos da operação em cães para verificar possíveis inchaços;
  • Uso de um colar elizabetano para impedir que o cão morda ou lamba a área da incisão;
  • Administração de medicamentos indicados pelo médico veterinário;
  • Restrição de atividades do cão como pular ou correr por cerca de dez dias após a cirurgia.

Lembrando que, antes de castrar o seu animal de estimação, é importante que se leve em conta todos estes detalhes e converse com seu médico-veterinário para que você possa, assim, vir a tomar a melhor decisão.

cão-com-colar-elizabethano
Cão usando um colar elizabethano

 

cachorro-no-campo

Anúncios

0 comentário em “Castração em cães machos

%d blogueiros gostam disto: